Academia Mourãoense de Letras | Acadêmicos

Acadêmicos

4

Dom Eliseu Simões Mendes

DOM ELISEU SIMÕES MENDES – nasceu em Coração de Maria, Estado da Bahia, a 18 de Maio de 1915, filho de Ângelo Mendes da Silva e Elisa Simões da Silva.

Fez o curso preparatório e de humanidades no “Seminário Menor de Santa Tereza” – Salvador-BA. E, ali, no Seminário Central da Bahia, fez o curso Superior, de 1933 a 1938. Ordenou-se Sacerdote ainda muito jovem, com pouco mais de 23 anos, a 4 de Dezembro de 1938, na Catedral Basílica de Salvador.

Logo no início de 1939, foi nomeado Secretário particular do Exmº Senhor Arcebispo da Bahia e Primaz do Brasil. Na mesma ocasião, a 10 defevereiro de 1939, foi nomeado Capelão da Igreja da Adoração Perpétua, onde ficou até fins de 1944.

Em fins de 1939, foi nomeado Secretário Geral do Arcebispado da Bahia, cargo que acumulou com a de Tesoureiro da Mitra Arquidiocesana.

Permaneceu nesses cargos até fins de 1950. Foi um dos Assistentes Eclesiásticos da Ação Católica, no Setor Arquidiocesano da Juventude. Dedicou-se especialmente a certames Culturais e obras sociais na capital baiana, tendo sido um dos fundadores da “Orquestra Sinfônica da Bahia”.

Foi Capelão e Diretor da grande “Obra do Bom Pastor” que se dedicava à recuperação de jovens e mulheres transviadas. Foi diretor Espiritual de dois Noviciados de Religiosas, e finalmente se dedicou com muito entusiasmo à “Obra das Vocações Sacerdotais e Religiosas”.

No ano do 4º Centenário da Bahia, 1949, realizaram-se em Salvador vários Congressos comemorativos. Entre esses, houve destaque para o “1º Congresso Nacional de Vocações”, da qual monsenhor Eliseu Simões Mendes foi o principal promotor e Secretário Geral.

Esse Congresso ocorreu em fins de Outubro de 1949. No ano seguinte Mons. Eliseu organizou várias peregrinações a Roma, por motivo do Ano Santo. Ele foi a Roma, no mês de Agosto de 1950 e ali foi nomeado Bispo Auxiliar de Fortaleza.

Voltando ao Brasil, foi Sagrado Bispo na Catedral de Salvador a 3 de Dezembro de 1950. Com 12 anos de sacerdócio e 35 anos de idade.

Dom Eliseu chegou a Fortaleza – Ceará, no início de Abril de 1951, como Auxiliar do Arcebispo Metropolitano, Dom Antonio de Almeida Lustosa, permanecendo ali apenas três anos, pois já em fins de 1953 era nomeado 3º Bispo de Mossoró – Rio Grande do Norte.

Dali foi nomeado e transferido para a Diocese de Campo Mourão, a 30 de Outubro de 1959. Deixou o Rio Grande do Norte em fins de março de 1960.

Dom Eliseu Simões Mendes chegou a Campo Mourão em 23 de Abril de 1960, para implantar uma nova Diocese em terras novas do Paraná.

Dom Eliseu era uma personalidade culta e com ideias avançadas não compreendidas, no início, pela comunidade mourãoense.

Tanta incompreensão, tanta falta de calor humano e comunitário, tendem ao quase desânimo, mas Dom Eliseu, animado pelo Espírito Santo, sabendo que não estava sozinho, pois ao seu lado estava Nosso Amigo e Senhor, Jesus Cristo, sabendo também que estava numa missão muito mais nobre, que era a missão da IGREJA de CRISTO, para um mundo melhor, mais feliz, mais humano, lutou por esse IDEAL supremo, com alegria Cristã.

E como foi difícil essa Missão: tudo por fazer, distâncias enormes, falta de comunicação, etc. Mas Dom Eliseu chegou, viu e venceu! As realizações e obras estão espalhadas pelo território da Diocese, principalmente na cidade sede – Campo Mourão.

Em 1980, a 3 de dezembro, Dom Eliseu Simões Mendes  renunciou ao governo da diocese de Campo Mourão, regressando ao seu estado de origem, Bahia, onde veio a falecer a 3 de março de 2001.

Caixa Postal 21 CEP 87.300-970 Campo Mourão PR

contato@academiacm.org.br